You are currently viewing Microbiota Intestinal e Gestação

Microbiota Intestinal e Gestação

MICROBIOTA INTESTINAL E GESTAÇÃO

 

Os cuidados com a microbiota intestinal vem sendo divulgado e recomendado para todas as pessoas, independente de idade. Mas será que durante a gestação isso também é importante?

            Há muito acreditava-se que o bebê dentro do útero estaria em um ambiente totalmente estéril, no entanto, essa hipótese vem sendo questionada por estudos mais recentes. Alguns pesquisadores sobre o tema sugerem que as bactérias intestinais da mãe seriam capazes de alcançar o bebê através da placenta.

            Estudos têm relacionado a disbiose intestinal à pré-eclâmpsia (doença hipertensiva relacionada a gestação). Gestantes com essa condição apresentam menor diversidade de bactérias intestinais com grande desequilíbrio entre bactérias saudáveis e patológicas. Esses desequilíbrios parecem estar relacionados aos níveis de pressão sanguínea e marcadores de disfunção renal, características presentes em casos de pré-eclâmpsia.

            Ao longo de todo período gestacional, a microbiota intestinal materna muda, gerando efeitos ao metabolismo da mulher. Situações de disbiose, onde ocorre um aumento de bactérias específicas em detrimento de outras causando desequilíbrio, pode estar relacionada ao parto prematuro. Por isso, o ideal é que a mulher inicie a gestação com uma microbiota saudável e assim mantenha até o parto.

Hampton T. Do Gut Bacteria Play a Role in Preeclampsia? JAMA. 2020;323(21):2120–2121. doi:10.1001/jama.2020.4755

Prince AL et al. The microbiome and development: a mother’s perspective. Semin Reprod Med 2014.

Deixe uma resposta