Preenchimento com Ácido Hialurônico

Preenchimento com Ácido Hialurônico

O desgaste nas estruturas anatômicas e a sustentação facial levam a formação das rugas dinâmicas inicialmente e com o passar do tempo geram as rugas estáticas. As rugas podem ocorrer pela perda de volume da massa facial, por flacidez por adelgaçamento da pele. O processo de envelhecimento dá-se por fatores extrínsecos como: exposição solar, tabagismo, alimentação incorreta, estresse entre outros fatores. Parte do processo de envelhecimento ocorre principalmente por fatores genéticos também.

O material escolhido para restaurar a face deve funcionar como um volumizador, renovador celular, influenciando a qualidade do tecido afetado e restaurar o contorno da face. Quando a escolha do material é o ácido hialurônico há alguns pontos que precisam ser respeitados para o sucesso do procedimento como: Conhecimento da anatomia, o tipo de preenchedor utilizado, o plano anatômico a preencher, a quantidade do produto injetado e a experiência do injetor.

Há algumas regiões consideradas áreas de risco para preenchimentos. Principalmente a glabela, sulco infraorbitário (canal lacrimal), o sulco nasolabial e a região temporal. Quando há intercorrências podem variar desde hematomas a cegueira e necrose. Por isso o profissional que realiza esse tipo de procedimento deve ser capacitado a reverter e estar atento aos primeiros sinais de intercorrência como isquemia e dor latejantes.

São contraindicados a fazer o procedimento de preenchimento com ácido hialurônico gestantes, lactantes, distúrbios da coagulação sanguínea, processos inflamatórios nas áreas a serem tratadas, distúrbios de comportamento neuropsicológico, Antecedentes de doenças de colágenos e hipersensibilidade aos componentes aviários e bacterianos.

A escolha do material depende da indicação, do plano de aplicação, do local a ser preenchido. Por exemplo, olheiras e lábios precisam de u material mais fino, menos reticulado. O ideal para um preenchedor é ser biocompatível e biodegradável, ter um custo baixo e boa durabilidade.

A técnica de aplicação mais segura é com cânula por ser arromba não há cortes o que nos garante que não haverá a possibilidade de perfurar um vaso ou artéria evitando assim complicações. Porém se houver acumulo de produto em uma determinada região pode comprimir o fluxo sanguíneo e gerar uma isquemia.

Os locais que podemos preencher com ácido hialurônico são: Sulco nasogeniano, lábios, olheiras, mento, mandíbula, malar, têmpora, nariz, mãos entre outros.

Para sucesso do preenchimento sugerimos que saiba a real queixa do cliente para não criar expectativas além do que podemos favorecer as clientes. E que assessoremos estas clientes para um pós procedimento bem realizado para não comprometer o resultado.

Gostou do post? Leia também o artigo sobre Peelings Químicos, irá agregar muito conhecimento a sua trajetória profissional.  E se quiser ficar por dentro de todas as novidades, cursos novos na sua área de atuação, cupons de desconto, siga-nos  AQUI.

Deixe uma resposta